Não ter planos

Eu não faço a mínima ideia do que vai acontecer na minha vida a partir do ano que vem. Nenhuma ideia.

Durante os meus 21 anos eu sempre soube, mais ou menos, como estaria no ano seguinte, graças a escola. Pode ser uma obrigação chata muitas algumas vezes, mas foi ela o fio condutor da minha vida até aqui. Eu sempre soube o que o futuro próximo me reservava, mesmo que fosse em qual ano do colégio estaria.

E olha que coisa de tia velha: saber disso é tão confortante!

Eu sei disso porque, agora, esse conforto não me pertence mais. No fim do ano, eu me formarei na Universidade, sairei com um diploma de bacharel em Administração e sem noção alguma do que fazer com isso.

Como uma pessoa consumida pela ansiedade que sou, só me resta imaginar, imaginar, imaginar e ficar com medo. E esse é um medo novo. Como todos os medos novos, sufocante.

Querida Dani,

Devemos aprender a dar tempo ao tempo. O ano que vem está logo ali, à espreita. Ele vai acontecer no tempo certo e não temos NENHUM controle sobre isso. Querer que ele chegue logo para acabar com essa angústia, é inútil. Querer saber o que vai acontecer também é.

Vamos cuidar para que essa ansiedade não nos mate sufocadas?

Não ter nenhum plano é amedrontador. Afinal, tudo o que é desconhecido é assim. Mas também é libertador. Nada te prende. Você não tem planos, portanto poderá estar em qualquer lugar que escolher.

Anúncios
Não ter planos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s