Sobre viajar

Eu amo viajar!

Está aí uma frase dita por mim, e por muitos, várias e várias vezes. Quem não gosta de conhecer lugares novos? Pessoas novas, sabores novos, novas rotinas, caminhos novos… Tudo aquilo que está do outro lado do muro (ou mar ou estrada ou país ou cidade) nos excita, nos desperta curiosidade.

Fonte: http://startupbasecamp.org/blog/wanderlust-gene
Fonte: http://startupbasecamp.org/blog/wanderlust-gene

Mas hoje, voltando de uma viagem a trabalho (e ruim, diga-se de passagem), parei para pensar: “Por que mesmo eu gosto de viajar?”. Por que essa gana em pegar um avião rumo ao incerto, logo eu que gosto tanto de ter tudo sob controle?

As respostas-padrão que eu acabei de citar foram as primeiras a virem à mente. Entretanto, continuei a pensar e a me questionar… Afinal, para mim, o melhor lugar para pensar na vida é na estrada (seja ela terrestre, marítima ou aérea).

Cheguei a uma pseudo-conclusão que me  amedrontou. Eu viajo para fugir.

Fugir de mim, dos outros, dos problemas, das planilhas e projetos do trabalho, das disciplinas da faculdade, dos meus medos, das minhas expectativas, dos meus fracassos e esperanças… Eu viajo para fugir! Em um lugar novo, eu tenho tanto para descobrir, me preocupar e explorar que tudo aquilo que me assola no dia a dia fica distante e guardadinho na caixa “resolver depois”.

Querida Dani,

Será que isso é saudável? Uma fuga, a primeira vista, é um ato de covardia. Será? Somos covardes?

Só sei que estou contando os dias para fugir de novo.

Anúncios
Sobre viajar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s